Freelancers brasileiros em ascensão

Introdução

Nos últimos anos, o Brasil tem visto um crescimento constante na economia do trabalho freelancer. Tanto que, agora, existem mais de 25 milhões de trabalhadores independentes trabalhando desta maneira.

A tendência deve-se em grande parte a uma combinação de fatores. Desde o fechamento de empresas causado pela pandemia da Covid-19 até o aumento do desemprego e incertezas econômicas, circunstâncias difíceis levaram muitos brasileiros a buscar alternativas à forma mais tradicional de emprego. Para entender onde essa tendência está atualmente, realizamos uma pesquisa entre mais de 500 freelancers brasileiros para sentir o pulso da indústria e entender como eles planejam alcançar o crescimento nos próximos 12 meses.

Como nossas descobertas mostram, apesar dos desafios das barreiras linguísticas e da falta de familiaridade com os mercados internacionais, 83% dos freelancers brasileiros começaram ou planejam começar a oferecer seus serviços a novos países. A França e a Alemanha são consideradas mercados-alvo particularmente atraentes.

Com novos países para exportar, e 46% já percebendo um grande aumento na demanda nos últimos 12 meses, é encorajador ver que 90% dos freelancers brasileiros estão otimistas sobre o futuro de uma indústria que está claramente em ascensão.

Principais Conclusões

  • 83% dos freelancers brasileiros começaram ou planejam começar a oferecer seus serviços para novos países.
  • 49% viram um grande aumento na demanda nos últimos 12 meses.
  • Portugal, França e Alemanha são os países mais populares para exportar serviços.
  • 68% tiveram que aprender novas habilidades para oferecer seus serviços para outros países.
  • Os maiores problemas que os freelancers brasileiros enfrentam ao exportar seus serviços são 1) Conhecimento contábil e regulatório (46%), 2) Idioma (43%), 3) Conhecimento do mercado internacional (43%), 4) Encontrar novos clientes (42%).
  • 90% estão otimistas sobre seus negócios nos próximos 12 meses.

A tendência freelancer entre os brasileiros

A pandemia de Covid-19 representou grandes desafios para milhões de trabalhadores em todo o mundo, e os brasileiros não foram exceção. Num dado momento, e pela primeira vez, mais de metade da população em idade ativa estava desempregada.

Isso apresentou várias oportunidades para aqueles que perderam seus empregos à medida que milhares de brasileiros buscam novas maneiras de ganhar a vida usando seu conjunto de habilidades existentes. Enquanto a tendência freelancer já havia começado vários anos antes, muitos milhares mais aproveitaram o momento para se juntar à indústria.

Tanto que 72% dos freelancers brasileiros apontam a pandemia da Covid-19 como o período com maior impacto em seus negócios, seguido por 43% que afirmam que a incerteza econômica teve influência, e 27% citam a incerteza política. Com a inflação atual mais alta em 26 anos e o custo de vida aumentando a taxas alarmantes, manter e crescer um negócio freelance tornou-se um problema novo e persistente.

Como resultado desses desafios, os freelancers brasileiros sentiram a necessidade de olhar para o exterior em busca de oportunidades mais amplas e escapar das pressões descendentes que afetam seus negócios internamente. É por isso que 83% já começaram ou planejam começar a oferecer seus serviços para novos países.

Embora muitos freelancers globais já trabalhem além fronteiras há muitos anos, os freelancers brasileiros estão em uma fase inicial de sua jornada.

Além disso, quando não há muitos países, ou potenciais clientes, que falam português, não é de surpreender que o país mais popular para o qual começaram a oferecer os seus serviços seja Portugal. Curiosamente, porém, 35% dos freelancers começaram a exportar seus serviços para a França e 25% para a Alemanha.

Explicando a atratividade para os freelancers brasileiros chegarem às empresas alemãs é o fato de que nos últimos cem anos houve uma grande migração alemã para o Brasil. Isto teve um impacto positivo na cooperação entre os dois países. Além disso, desde 2008, o Brasil e a Alemanha também têm desfrutado de uma parceria estratégica com a cooperação que abrange várias indústrias, como meio ambiente, ciência e pesquisa, negócios e comércio, trabalho e assuntos sociais. Essa cooperação levou o Brasil a ser agora o principal parceiro comercial da Alemanha na América Latina e mais de 1.600 empresas alemãs já investiram no país. A segunda língua do Brasil também é o alemão, falado por quase 2% da população total.

Em relação à França, o Brasil possui uma importante parceria estratégica com o país desde 2006 e os dois países cooperam em uma ampla gama de indústrias, que vai da defesa à educação. Hoje em dia, existem cerca de 890 empresas francesas operando no Brasil, incluindo 38 das 40 maiores empresas de capital aberto na Bolsa de Valores de Paris. Há também mais de 100.000 brasileiros residindo na França

Os desafios dos novos mercados

Mas exportar serviços para novos mercados tem seus desafios. Isso tem inibido os freelancers brasileiros de trabalhar mais longe e 43% apontam a barreira da língua como um dos maiores desafios ao trabalhar para clientes estrangeiros. De acordo com alguns, apenas 1% da população brasileira sabe falar inglês fluentemente, e apenas 5% conseguem falar em nível competente. Isso representa um problema para os freelancers brasileiros, pois aqueles que falam inglês podem exigir salários muito mais altos.

O conhecimento das práticas contábeis e regulatórias de países estrangeiros também é um fator, pois 46% consideram problemático esse aspecto de trabalhar para clientes estrangeiros. E, claro, encontrar novos clientes também é difícil quando você está em um fuso horário muito diferente, como observado por 42% dos nossos entrevistados.

Para superar esses desafios, os freelancers brasileiros precisam adotar uma mentalidade de crescimento. Isso se reflete no fato de que 68% tiveram que aprender novas habilidades ao oferecer seus serviços a novos clientes estrangeiros.


O futuro é promissor

No entanto, com novos mercados à vista, há um forte senso de otimismo por parte dos freelancers brasileiros, que estão confiantes de que seus negócios, apesar de tudo, serão capazes de resistir às condições econômicas e à incerteza política que enfrentam. Isso se reflete nos 90% dos entrevistados que dizem estar otimistas sobre o futuro de seus negócios nos próximos 12 meses.

Algumas conclusões

Os freelancers brasileiros estão preocupados com as economias domésticas e incertezas políticas. Não é de admirar, então, que 83% já tenham começado, ou planejam vender seus serviços para novos países, a fim de manter e expandir seus negócios.

Embora existam desafios, como a falta de conhecimento linguístico, administrativo e geral do mercado internacional, 90% permanecem altamente otimistas, proativos e esperançosos em alcançar o crescimento. Como resultado, não há dúvida de que a ascensão da indústria freelancer brasileira continuará tão forte quanto já está. Na verdade, os freelancers brasileiros estão apenas começando sua jornada.

Como a Payoneer pode ajudar

Se você é um freelancer brasileiro, a Payoneer é o seu parceiro ideal para gerenciar todos os seus pagamentos comerciais internacionais.

Desde contas de recebimento em várias moedas que permitem que você receba pagamentos de mercados internacionais até pagamentos dos seus contratados ou a solicitação de pagamentos de seus clientes globais, a Payoneer tem uma série de ferramentas para ajudar.

Abra sua conta hoje mesmo e veja como é fácil, rápido e barato gerenciar seus pagamentos profissionais.

About Payoneer


Payoneer is the world’s go-to partner for digital commerce, everywhere. From borderless payments to boundless growth, Payoneer promises any business, in any market, the technology, connections and confidence to participate and flourish in the new global economy. Powering growth for customers ranging from aspiring entrepreneurs in emerging markets to the world’s leading digital brands, Payoneer offers a universe of opportunities, open to you.

5M

CUSTOMERS
AND COUNTING

150

CURRENCIES
SUPPORTED

2,000

EMPLOYEES
WORLDWIDE

24/7

CUSTOMER
SUPPORT

24

GLOBAL
OFFICES

35+

LANGUAGES
SUPPORTED